Dr. Felipe de Paiva
Dr. Felipe de PaivaOrtopedista - Cirurgião de Quadril
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Quadril – SBQ
Membro Internacional da AAOS – American Academy of Orthopaedic Surgeons
Membro Internacional da SLAOT – Sociedad Latino Americana de Ortopedia Y Traumatologia
Staff do Grupo de Cirurgia do Quadril do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia – INTO
Staff do Grupo de Cirurgia do Quadril do Hospitalys Ortopedia ( ABBR)

     A Artroplastia do Quadril ou Cirurgia de Quadril evoluiu muito nos últimos anos, e hoje é uma das cirurgias mais bem sucedidas de toda a medicina moderna, com avanços tanto dos materiais quanto das técnicas cirúrgicas. Isso nos dá segurança para indicar este procedimento para pacientes cada vez mais jovens, que por diversos motivos são acometidos por doenças ou sequelas no quadril, tornando a cirurgia a melhor e única solução.

           Sempre que possível o período de hospitalização é curto, no geral 72 horas, e a recuperação é acelerada. O paciente começa seu protocolo de reabilitação junto à equipe de fisioterapia já no dia seguinte à cirurgia, andando com auxílio de andador ou muletas e iniciando exercícios específicos.

           O risco de complicações atualmente é considerado baixo. Embora seja uma cirurgia segura, na maior parte dos casos, é importante ressaltar que trata-se de um procedimento de grande porte com riscos envolvidos – como em qualquer outra cirurgia – e também com riscos específicos. Por isso é importante uma avaliação criteriosa de exames laboratoriais e de imagem, além de avaliação por um clínico ou cardiologista, para concluir o risco cirúrgico.

         O melhor momento para realizar a cirurgia deve ser analisado e discutido junto ao ortopedista. Você pode e deve participar ativamente das decisões em relação ao seu tratamento, seja ele cirúrgico ou não. Costumo dizer que quem decide o melhor momento para realizar a cirurgia, é o próprio paciente, pela dor que sente e pelas limitações funcionais ocasionado pela patologia em questão.

         Atualmente com o avanço das próteses e das técnicas cirúrgicas, não podemos aceitar frases como : ¨Você é muito jovem para ser submetida a cirurgia de Artroplastia Total do Quadril¨ ou o inverso : ¨Você é muito idoso para ser submetido a Artroplastia Total do Quadril¨. Na verdade deve ser colocado em uma balança, e pesar os prós e contras para a realização da cirurgia e OUVIR as queixas do paciente.

     ¨ Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana.¨       Carl Jung

Marque uma Consulta

Saiba Mais

Dr Felipe de Paiva

Saiba Mais

Doenças

Saiba Mais

Nós temos no corpo células responsáveis pela formação óssea e outras pela reabsorção óssea. O tecido ósseo vai envelhecendo com o passar do tempo, assim como todas as outras células do nosso corpo. O tecido ósseo velho é destruído pelas células chamadas osteoclastos e criados pelas células reconstrutoras, os osteoblastos. Esse processo de destruição das células é chamado de reabsorção óssea, que fica comprometido na osteoporose, pois o corpo passa a absorver mais osso do que produzir ou então não produzir o suficiente. Alguns problemas podem interferir na formação dos ossos:
Causas da Osteoporose
Nós temos no corpo células responsáveis pela formação óssea e outras pela reabsorção óssea. O tecido ósseo vai envelhecendo com o passar do tempo, assim como todas as outras células do nosso corpo. O tecido ósseo velho é destruído pelas células chamadas osteoclastos e criados pelas células reconstrutoras, os osteoblastos. Esse processo de destruição das células é chamado de reabsorção óssea, que fica comprometido na osteoporose, pois o corpo passa a absorver mais osso do que produzir ou então não produzir o suficiente. Alguns problemas podem interferir na formação dos ossos:
Causas da Osteoporose

BLOG

FRATURAS DO QUADRIL

Fraturas do Quadril

1 – Fraturas do Colo Femoral

O colo femoral é a região entre a cabeça do fêmur e o trocânter. O suprimento sanguíneo é limitado e a fratura dessa região pode interromper essa pobre […]

FRATURAS DO QUADRIL

Fraturas do Quadril

1 – Fraturas do Colo Femoral

O colo femoral é a região entre a cabeça do fêmur e o trocânter. O suprimento sanguíneo é limitado e a fratura dessa região pode interromper essa pobre […]