Artrite Reumatóide É uma doença inflamatória crônica de origem autoimune, ou seja, o organismo produz anticorpos contra seu próprio tecido, que acomete principalmente articulações, causando dores, deformidades progressivas e incapacidade funcional. Atinge 1% da população mundial, tendo sua origem ainda desconhecida e se não tratada corretamente pode desencadear deformidades agressivas. No Brasil, 1,8 milhões de pessoas têm AR, segundo dados da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR). Acreditamos que elas sejam causadas pela combinação de genética e estilo de vida. As mulheres são duas vezes mais afetadas do que os homens pela artrite reumatoide e sua incidência aumenta com a idade e a forma mais frequente de início da doença é artrite simétrica (por exemplo: os dois punhos, os dedos das duas mãos) e aditiva (as primeiras articulações comprometidas permanecem e outras vão se somando). Costuma ser de instalação lenta e pouco agressiva, localizando-se inicialmente nas pequenas articulações das mãos. Artrite significa a inflamação das juntas. Embora a inflamação seja um sintoma de algum mal e não uma doença em si, o termo é utilizado para descrever qualquer distúrbio que afeta as juntas. Ela faz parte do rol de doenças reumáticas – é o grupo de doenças caracterizadas por inflamação e perda de função de uma ou mais estruturas do corpo. Elas afetam especialmente juntas, tendões, ligamentos, ossos e músculos. Os sintomas mais comuns são dor, enrijecimento e inchaço. Há mais de 100 doenças reumáticas. fotosite2 Os especialistas costumam recomendar exercícios de alongamento e atividades com peso para manter a força muscular. Músculos mais fortes ajudam a dar suporte e a proteger as juntas afetadas pela artrite. Eles também recomendam atividades aeróbicas e de resistência, que controlam o peso e aumentam a força, além de melhorar o bem estar geral. Pessoas com uma doença reumática podem fazer uma série de esportes e exercícios físicos. Eles reduzem a rigidez, aumentam a flexibilidade das juntas, a força muscular e a resistência. O exercício ainda leva a perda de peso, o que reduz o risco de problemas nas articulações Os sintomas de artrite são :

  • Inchaço em uma ou mais juntas
  • Rigidez na junta que dura no mínimo uma hora pela manhã
  • Dor constante e recorrente
  • Dificuldade para se mover
  • Vermelhidão e calor no local da inflamação

O diagnóstico precoce, a ginástica, terapia ocupacional , fisioterapia, antiinflamatórios hormonais ou não hormonais, medicações imunossupressoras, dentre outras novidades que modificam a evolução da doença, como o desenvolvimento de novos medicamentos imunobiológicos, são algumas das novas armas encontradas pela medicina para controlar a artrite reumatoide. Nos casos em que a doença progrediu com destruição articular e com artrose secundária à Artrite Reumatóide, devemos lançar mão das reconstruções articulares, como a Artroplastia Total de Quadril, dentre outras técnicas cirúrgicas. É Importante entender que essa doença, deve ser conduzida por uma equipe multidisciplinar, formado por reumatologista, ortopedista, fisioterapeuta e nutricionista.